Buscar
  • Ivan Guilhon

Não estude para a prova


Esse é um dos maiores erros que um estudante pode cometer. Não quero dizer que você não deve estudar para os seus exames na escola ou universidade, mas que eles não são a finalidade do seu estudo.


Muita gente passa anos estudando com o foco exclusivo em passar de ano/semestre. O resultado disso é que:

1)se não há prova, não há estudo.

2)se não cai na prova, não se presta atenção.


Quando uma avaliação aparece, a matéria está atrasada e não há tempo hábil para aprender. Nessa situação, a estratégia que resta é coletar informações desconexas, decorar algum procedimento para reprodução mecânica ou, muito pior, recorrer à cola...


O estudante passa anos fazendo provas que, não raras as vezes, têm um nível de exigência baixo. São feitas para você passar e não causar problemas para o professor, a escola ou as estatísticas governamentais. Pessoas chegam então à idade adulta sem noções básicas sobre boas práticas de estudo, sem conseguirem expressar o que pensam, sem absorver o que leem e com dificuldades básicas em matemática. Quando se deparam com um exame real, um vestibular ou concurso, não é difícil de saber o resultado.


Para não cair nessa armadilha estude, estude muito. Todos os dias, independente se há ou não uma prova. Caso haja um exame no caminho, estude todo o assunto; não para reproduzi-lo no dia seguinte, mas para ensinar aos seus filhos.


Estude mais do que a escola te ensina. Procure aprofundar-se nos assuntos que gosta. Mantenha um hábito regular de leitura com bons livros.


Faça isso por você. Para tornar-se um ser humano mais pleno e realizado em suas capacidades. Não por uma olimpíada, um vestibular, um exame de ordem, ou concurso... Caso o contrário você só estará caindo no mesmo erro que lhe preveni no início deste post.

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo